Histórias inspiradoras
acontecem aqui. 

Criamos esse espaço para compartilhar com todos as histórias lindas de transformação que acontecem aqui na Vila Aprendiz.

Edilma

"...somos todos uma grande família."

Meu nome é Edilma, comecei a trabalhar na escola Vila Aprendiz no dia 21 de janeiro de 2019. Iniciei como auxiliar de serviços gerais e agora sou auxiliar de cozinha. Só tenho a agradecer a Deus e à escola pela oportunidade que foi me dada, de trabalhar com o que me identifico e gosto. Na escola, me sinto em casa e somos todos uma grande família.

Marise

"Conhecimento você leva pro resto da vida!"

Olá! Meu nome é Marise, e esse texto é pra falar sobre a Vila na minha vida, transformações pessoais e profissionais. 

Bom, a Vila entrou na minha vida no momento em que eu tinha saído de uma das clínicas que eu trabalhava como professora de natação e hidroginástica, e estava com 3 tardes livres. Mas segura que algo bom vinha pra mim.  Uma tarde de 2009, Sandra, que eu já conhecia, pois fui professora dos sobrinhos dela, me chamou pra conhecer a escola e preencher a vaga de prof. de natação do integral. Por sorte, justo nos dias em que eu estava livre. 🏼

À primeira vista tudo me encantou, mas a acolhida, o carinho e o sorriso no rosto de todos que trabalhavam lá me fizeram fazer parte daquela equipe. Durante esses anos, meu crescimento profissional se fundiu com o pessoal, todos os nossos momentos de encontro, estudos, motivacionais e de oração. Me marcam e me acrescentam sempre. E como diz meu pai, conhecimento você leva pro resto da vida!

Hoje sou uma pessoa que aprendeu a pensar em grupo, que trabalhar em equipe e contar com o apoio dos colegas é maravilhoso e te dá mais segurança. Essa segurança eu tenho na Vila, sei que posso contar com todos e que podem contar comigo. Nesses dias de quarentena, estava pensando no nosso olhar que vai além. Poxa, e como tivemos que olhar além, olhamos nossas aulas de outra forma, tivemos que olhar o outro de outra forma. Olhamos além da nossa rotina, dos nossos compromissos. Olhamos com mais carinho para nossos pais e avós. Com mais caridade para com os mais vulneráveis. Nossas lentes tiveram que se ampliar e tentar tirar uma lição de tudo isso. Orar pelos que se foram! Orar pelos que se recuperam! Agradecer por todo o resto!

Vamos sair mais fortalecidos, mais unidos. Isso foi uma das coisas principais que senti nesse isolamento, com minha família, meus amigos e essa família Vila! Um abraço bem grande! ️❤️

 

Tia Grasi

"A Vila me ajudou a ver o quão grandiosa é a profissão que escolhi seguir..."

Comecei na Vila em agosto de 2019. Logo quando entrei, foi tudo muito encantador e extremamente novo pra mim. Um mundo completamente diferente do que eu estava acostumada. Tive muito medo e insegurança, mas a equipe me acolheu super bem e teve toda paciência do mundo pra me ensinar tudo, desde minha função como auxiliar até ir além disso, como fazer uma aliteração. Aprendi muito com todo mundo lá, principalmente com a forma que todos se tratam, uma grande família, sempre cuidando um do outro de maneira atenciosa e amorosa.

Sinto que depois de começar aqui, tenho uma visão de mundo diferente, uma visão transformadora e relacional. Aprendi a ver os detalhes e perceber que tudo tem seu valor e importância. Aqui eu percebi que um simples "bom dia", ou até um sorriso sincero, são coisas que fazem toda a diferença. Aqui eu comecei a olhar mais o próximo, olhar com empatia, amor e ver mais, ver além. A Vila me ajudou a ver o quão grandiosa é a profissão que escolhi seguir e, a cada dia que passa, me apaixonar mais por ser educadora. 

Eu sou Grasi Silva e foi assim que a Vila me transformou!

Tia Macela

"A Vila Aprendiz mudou a história da minha família"

Meu nome é Macela Sedycias e eu comecei a trabalhar na Vila em agosto de 2019.

Moro pertinho da escola há alguns anos, mas não a conhecia. Em 2018, tive uma coordenadora que foi fazer curso de formação na escola da Vila (SP) e voltou falando super bem da Vila Aprendiz, pois havia visto boa parte da equipe da escola fazendo curso lá também. Lembro dela me falando “Macela, essa escola fantástica fica ao lado da sua casa e eles investem muito na formação do professor!”. Foi então que comecei a “namorar” a Vila Aprendiz. Consegui o contato de Sandra, com uma amiga, e enviei meu currículo (em 18/12/2018). Ela visualizou e não respondeu nada. Achei que nunca teria chance!

No final de janeiro de 2019 recebi uma ligação da Vila Aprendiz oferecendo a vaga de uma licença maternidade (hoje sei que foi a de Nati, mãe de Leozinho. Rsrsrs). Eu estava vinculada com a escola de Aldeia e faltava uma semana para o início das aulas. Confesso que foi muito difícil dizer não para essa oportunidade, mas não achei justo deixar a outra escola na mão, faltando poucos dias para o início do ano letivo. 🥺

Mas eu me arrependi... Então, em maio de 2019, eu comuniquei à escola que iria pedir demissão. Treinei uma professora durante o mês de junho, para me substituir, e encerrei meu ciclo por lá. Dia 01/07/2019 enviei mais uma mensagem para Tia Sandra, falando que havia pedido demissão e que estava disponível para trabalhar na Vila (textão, currículo, certificados de cursos que fiz na Escola da Vila). Zero resposta!

Começamos, eu e Rafael (marido), a procurar escolas para Melissa (filha de 4 anos) e insisti muito para irmos na Vila Aprendiz. Ele queria outra, mas quem entende mais de educação aqui? 🧐

Em julho de 2019, uma terça-feira, marcamos uma visita como pais. Tia Rita que nos atendeu. Ficamos ENCANTADOS COM TUDO!!! Com a proposta pedagógica, com a estrutura física, com a propriedade com que Tia Rita falava sobre a educação e suas fases. Lembro que trocamos olhares (eu e Rafael) empolgados e falando com os olhos “É essa!”. Mel também estava nessa visita e amou a Vila Aprendiz. No final da visita, deixei meu currículo (impresso) com Tia Rita, junto com uma “Pipa de Mão Waldorf”. (Insisti bastante para fazer parte da equipe, né?! Rsrsrs)

Matriculamos Melissa, pagamos seis meses de taxas (material e lanche) e eu iria tirar o segundo semestre para descansar. Foi então que no dia 27/07/2019 recebi uma mensagem delaaaaa: Tia Sandra!!! Pasmem . Ela estava me oferecendo uma turma de Ninho!!!

Eu gritei tanto de alegria... Foi uma festa aqui em casa, porque outra escola aqui em Boa Viagem (de muito renome, mas bem tradicional) havia me chamado para assumir turmas lá. Com muito pesar, iríamos tirar Melissa da Vila (porque não faria sentido, em termos financeiros e de logística, manter Mel na Vila com a mãe trabalhando em outra escola). Por isso, a vibração aqui foi de alegria por mim e por Melissa também!!! Porque ela iria permanecer na escola que havíamos escolhido. ♥️

A Vila Aprendiz mudou a história da minha família e eu sou MUITO grata pela oportunidade! Como mãe, simplesmente, encantada. Como professora, muito realizada e feliz, pois o que mais me cativa na Vila são as oportunidades de crescimento pessoal e profissional que a direção da Vila proporciona para os seus funcionários. Quando a gente vem de outras experiências, é que a gente consegue enxergar o cuidado e o carinho. Além de tudo isso, a escola fundou um Institutoooooo! Sou professora voluntária de inglês lá, e é transformador para todos: profissionais, crianças, suas famílias. 🥰

Sou só gratidão por fazer parte dessa família, minha segunda casa, que tanto me ensina e me impulsiona a ser uma profissional/pessoa cada vez melhor! ️🧡

Ângela

Trabalho em uma empresa inteiramente "família".

Olá! Me chamo Rozangela, mais conhecida como Ângela. É um prazer falar da minha trajetória na Vila Aprendiz. Comecei a trabalhar na Vila em 2011. Trabalho com serviços gerais e faço isso com muita dedicação e amor. Hoje, tem um pouco de tudo e de todos. 

Trabalho em uma empresa inteiramente "família". Isso me traz motivação e com certeza enriquece o lado profissional e pessoal, um exemplo disso são os nossos treinamentos. De modo geral, posso dizer que aprendo com cada pessoa todos os dias e que isso, de certa forma, me acrescentou e me tornou um ser melhor. E um dos meus prazeres é estar junto das crianças. 

Sou grata a seu William e a dona Sandra pelo carinho!

Juliana Barbosa

É maravilhoso como um apoio pode mudar vidas.

Meu nome é Juliana Barbosa dos Santos, sou formada em Pedagogia e pós-graduada em Gestão Escolar. Atualmente, leciono na turma do Infantil I na Escola Vila Aprendiz. Entrei na escola como auxiliar de sala em 2011 e tive o prazer de conhecer uma professora maravilhosa que me ensinou muito, pois atuava na área dando aulas de informática (totalmente diferente do que iria encontrar daqui pra frente). Aprendi muito com a nova experiência e com todos os envolvidos nesse espaço tão rico. Sempre falo que a Vila é, na verdade, uma "Escola" onde aprendemos muito com o outro. Tanto profissional, quanto pessoa. Em 2012, tive oportunidade de atuar em sala na turminha do Integral. Deu um frio na barriga, pois ainda não me sentia preparada para tal função. Foi quando um anjo me acolheu e me incentivou muito para que eu assumisse a sala. Foi luta, pois não me sentia preparada. Esse anjo não desistiu de mim e me deu coragem para seguir minha jornada. Esse anjo se chama Betânia, conhecida como Tia Beta❤️, que acreditou e confiou totalmente em mim. Hoje, sou grata por tudo que a Vila fez e faz por mim. Trabalhar aqui é como estar em família, todos te incentivam, te ajudam, te acolhem. É maravilhoso como um apoio pode mudar vidas. Obrigada por essa linda oportunidade de fazer parte desse time tão especial. Só tenho a agradecer por fazer parte dessa família linda. Parabéns família Vila! 👏👏👏 

Isabel Cristina

"Sem hipocrisia, eu amo trabalhar na Vila e conviver com pessoas que me tratam muito bem."

Olá! Meu nome é Isabel Cristina, comecei a trabalhar na Vila no ano de 2014. No ano em que eu precisava me achar, a Vila foi meu primeiro emprego e eu gosto muito, eu realmente me encontrei na Vila. Apesar de já lidar com crianças, as da Vila são muito especiais. Sou grata a meus irmãos, por terem me indicado, e à Vila, por terem me dado uma chance que eu agarrei com vontade. A Vila me proporcionou: conhecer pessoas, fazer novas amizades e visitar lugares que amei conhecer. Sem hipocrisia, eu amo trabalhar na Vila e conviver com pessoas que me tratam muito bem. Grata, Isabel Cristina.

Tatianne Vidal

"Trabalhar ao lado de pessoas tão maravilhosas, companheiras e generosas é um grande privilégio."

Olá! Me chamo Tatianne Vidal, sou professora de matemática dos 4ºs e 5ºs anos da Vila. Iniciei minha trajetória na instituição há pouco mais de um ano, mais precisamente no dia 10 de abril de 2019. O carinho como fui acolhida faz com que eu me sinta da casa há muito mais tempo.

Por 14 anos, trabalhei como coordenadora pedagógica em outra empresa do ramo educacional. Naquela ocasião, eu assumia a função de coordenadora pedagógica, foi quando surgiu a proposta de fazer parte da família Vila Aprendiz, e voltar para sala de aula como professora. A ideia de voltar a lecionar dentro da proposta pedagógica da Vila me deixou encantada. Não tive dúvidas, resolvi sair da minha zona de conforto e encarar essa oportunidade.

Chegando na Vila, fui muito bem recebida pela direção, coordenação, professores. Enfim, toda a equipe me recebeu de braços abertos. Confesso que cheguei insegura, afinal de contas, eu estava fora de sala de aula há 7 anos. No entanto, em todo o momento, fui muito bem orientada e incentivada pela direção pedagógica e coordenação. Cada encontro que tínhamos e o retorno positivo que era dado atestavam ainda mais que eu tinha feito a escolha certa.

Trabalhar ao lado de pessoas tão maravilhosas, companheiras e generosas é um grande privilégio. Obrigado pela oportunidade, por tudo que aprendi e aprendo todos os dias com vocês, por enriquecerem minha vida profissional e por terem se tornado uma segunda família para mim. Sinto um orgulho enorme de fazer parte da família Vila Aprendiz.

 

 

Tia Cléia

"Fazendo de mim um ser humano melhor e me fazendo ter um olhar diferenciado para tudo que está ao meu redor"

Irei começar a minha história, como foi a minha chegada na Vila, um lugar desconhecido, onde eu precisava me adaptar. Meu nome é Jancleia, mais conhecida como tia Cléia. No início, fui auxiliar de sala e passei a conhecer a rotina da escola e das pessoas que fazem parte. Fui enfermeira durante 5 anos, passando por várias áreas de saúde. Durante a trajetória, trabalhei bastante. Após a formação na área, decidi investir em uma área que eu gostava muito e participava dessa formação dentro de hospitais, foi aí que me interessei em estudar pedagogia, trabalhando também e exercendo a função de professora em diferentes escolas. Houve a oportunidade de estagiar na Vila, lugar diferente dos que já frequentei. Cheguei na Vila em 2015, entusiasmada e louca para aprender um pouco mais sobre a filosofia da escola. Fui percebendo que ali haviam crianças muito felizes de estar neste ambiente e me apaixonei pela área de educação, na qual estava atuando já 19 anos. Após tantos estudos e faculdades, resolvi me especializar em psicomotricidade relacional institucional e clínica diante observações feitas dentro de um ambiente escolar. Fazendo parte desse mundo encantador das crianças observo e vejo na prática o quanto o brincar é importante no desenvolvimento infantil. Hoje, faço parte do quadro de professores da Vila, oportunidade que a escola nos dá diante do desempenho e qualificações feitas durante anos. Diante de tantos atropelos, posso e faço acreditar em uma educação construtiva e transformadora, que é a educação que a Vila oferece a cada um de nós. Eu, como profissional e ser humano que sou, só tenho agradecer por tudo que a Vila me fez conquistar até hoje como a pessoa e como profissional. Fazendo de mim um ser humano melhor e me fazendo ter um olhar diferenciado para tudo que está ao meu redor, trabalhando em mim esse olhar, que vai além de tudo que imaginei e sonhei. Obrigada mais uma vez pela oportunidade de fazer parte da equipe Vila. 

 

Tia Lu

"Foi um dos “sins” mais importantes que dei".

Ah... a Vila Aprendiz!!! Tão fácil e ao mesmo tempo tão difícil falar dessa escola, desse lugar que amo e que há 12 anos faz parte da minha vida!! 

Minha história de amor com ela começou bem lá atrás, quando ela só existia na cabeça (e no coração) de Sandra e de Paula. Quando ouvia Sandra Kattah falar sobre a proposta da Vila, ficava encantada! Que pensamento inovador, quanto sentimento, quanto cuidado. Mas sempre fui apaixonada pela educação e não poderia não me encantar ao pensar numa escola assim. 

Me formei em fonoaudiologia, apesar de ter passado toda a infância brincando de escolinha e dizendo que seria professora como a minha mãe. Tive minha primeira filha ainda na faculdade, e quando ela começou sua vida escolar, percebi que minha paixão, até então adormecida, começara a despertar, e não queria mais sair da escola. Comecei a procurar estágio como fono escolar, mas foi difícil, porque não era comum encontrar fono trabalhando dentro da escola. Quando acabei a faculdade, tive meu segundo filho e um ano após seu nascimento, com o empurrãozinho de uma amiga professora, entrei na faculdade de pedagogia. Estagiei em algumas escolas, aprendi muito, quando me formei, consegui meu primeiro emprego como professora e me apaixonei pela arte de alfabetizar. Confesso que antes, tinha um medo danado da alfabetização!!

Um tempo depois, participei da seleção para ser professora da Vila. A escola “espaço físico” ainda não estava pronta, mas fui para todas as reuniões para pais e a cada uma, o meu desejo de trabalhar lá aumentava. Voltando à seleção, que seria a princípio apenas para quatro professoras, infelizmente, não fui selecionada! Acredito que minha timidez me atrapalhou (não estudei na Vila, né?). Fiquei triste, claro, mas entendi que ainda não era meu momento. Continuei trabalhando em outra instituição, lecionando o 1º ano do ensino fundamental, e em janeiro, faltando apenas UM DIA para as aulas começarem, recebi a ligação que transformou a minha vida!!! Sandra me convidou para assumir uma turma do Infantil I, com QUATRO alunos matriculados! Foi um dos “sins” mais importantes que dei!!! Um novo desafio, um frio na barriga, mas estava ao lado de profissionais maravilhosos, e quando amamos crianças e a educação, tudo vale a pena. Foi um ano maravilhoso!!! Entendi que tamanho realmente não é documento!!! Minha turma pequena, mas um grande laboratório e muitos aprendizados!! 

E assim segui, subindo um degrau de cada vez, conhecendo pessoas que se tornaram amigas que amo e a cada ano assumia uma série acima, até chegar ao infantil IV. Depois, além de estar em sala de aula, passei a auxiliar Betânia na coordenação durante o turno da tarde e foi então que recebi um outro presente (um não, dois!). Fui convidada para mais um desafio: coordenar a Vila II!! Foi uma mistura de sentimentos, porque de alguma forma iria estar mais distante do Infantil, minha primeira paixão, mas feliz demais pela confiança e pela oportunidade de viver um novo aprendizado. O segundo presente? Logo que recebi esse convite, descobri que estava grávida de meu terceiro filho, na verdade, filha. Um novo momento iniciava para mim.

E aqui estou, coordenadora da Vila Fundamental, continuo estudando, aprendendo, buscando dar o meu melhor e fazendo amigos queridos. Olho para trás e vejo o quanto eu cresci, como amadureci e, mesmo com tantas vivências, o desejo por continuar aprendendo é latente!! Acreditamos numa educação diferenciada, num olhar que vai além e na capacidade de transformar pessoas. E a cada ano o meu amor pela Vila e por essa equipe maravilhosa só aumenta!! Meu orgulho por fazer parte desta escola, desta família, deste lugar de amor chamado Vila Aprendiz!!

Lucyana Beltrao (Tia Lu)

Débora

"A Vila é uma empresa que possibilita os funcionários a crescer".

Meu nome é Débora, hoje sou professora no ninho da Vila. Mas eu costumo falar que minha história é muito linda dentro da Vila.
Eu comecei a trabalhar na Vila como auxiliar de serviços gerais. Passei apenas uma semana nessa função e daí Betânia me chamou e perguntou se eu queria ficar trabalhando como auxiliar de sala, porém teria que começar a fazer a faculdade, pois todas as auxiliares estavam cursando e essa é a proposta da escola. E o curso que eu queria fazer era radiologia, eu aceitei a proposta mas pensando o seguinte "eu vou ficar como auxiliar, se não gostar, peço para sair", pois me achava incapaz de tal responsabilidade.
As aulas começaram. A adaptação das crianças é um período bem delicado para todos, e eu pensei em desistir. Mas a professora da sala me orientava bastante e sempre falava “quando a adaptação passar, você verá a evolução das crianças”. E realmente, quando passou eu comecei a perceber o crescimento dos alunos, fui entendendo que tudo o que fazíamos tinha uma finalidade e aconteceu o que eu não esperava: me encantei e agora tinha certeza que queria ser professora. Comecei a fazer a faculdade, no ano seguinte passei a trabalhar como itinerante, ajudando crianças com dificuldade na aprendizagem, mas antes a Vila custeou vários cursos que fiz para poder atender as crianças e chegar mais perto deles.
Hoje eu agradeço à Vila, à dona Sandra, Betânia, Rita e Iane por todos os ensinamentos e, principalmente, pela oportunidade, por terem acreditado em mim. 
"A Vila é uma empresa que possibilita os funcionários a crescer".❤️😘👏🏼🌹.

  • Facebook Vila
  • Instagram Vila

Educação Infantil

Rua Coronel Anízio Rodrigues Coelho,

305 - Boa Viagem - Recife 
(81) 3463.6925 / 3091.4222

Ensino Fundamental

Rua Waldemar Nery Carneiro Monteiro,
486 - Setúbal - Recife

(81) 3127.6009